Agrupamento de Escolas de Gondifelos

Informações

Ferramentas

Blogs

A acontecer

Contratação

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Os alunos da turma vencedora do Concurso de Ideias Intermunicipal, Escolas Empreendedoras IN.AVE 2018/2019 estiveram presentes na web Summit 2019, o maior evento de empreendedorismo e tecnologia do mundo, que junta investigadores, cientistas, políticos, celebridades, presidentes de pequenas e grandes empresas e até robôs para falar sobre tecnologia, e não só.

 Tudo começou em abril com a apresentação pública dos projetos das diversas escolas do concelho de Famalicão na Universidade Lusíada, onde o AEG foi apurado para a final intermunicipal, realizada em Guimarães, na Universidade do Minho, no dia 7 de maio. Aí, com o projeto SisTec Sénior, da autoria de um grupo de alunas do 9º2, Beatriz Pereira, Margarida Fonseca, Mariana Martins, Sandra Fonseca, e do seu professor Carlos Bom, a escola arrecadou o primeiro lugar, na sua categoria. Além da experiência adquirida e das competências desenvolvidas com a realização deste projeto, o grupo seria também premiado com uma entrada na Web Summit 2019.
Foi assim que, no dia 6 de novembro, os alunos participaram naquele que é considerado o maior evento tecnológico do mundo e onde puderam assistir a conferências de algumas das grandes celebridades e personalidades do nosso planeta como, Michael Pillsbury, diretor americano do Instituto Hudson, Juan Branco, advogado de Julian Assange, o fundador da Wikileaks, entre outos. Mas o momento mais aguardado foi, sem dúvida, a subida ao palco principal, da robô Sophia – inspirada na actriz Audrey Hepburn – e que já é presença habitual no Web Summit. A grande novidade seria, no entanto, a “conversa” entre os robôs, pois, com a Sophia, veio também o seu "irmão mais velho", Philip K. Dick. Entre piadas e outros temas mais sérios, os dois humanoides encantaram o público presente no Altice Arena. No final, e para aqueles que ainda vêem nos robôs uma ameaça para os humanos, Sophia assegurou: “O meu objetivo não é substituir os humanos. Sei que têm orgulho em serem naturais e eu também orgulho em ser artificial”. Questionada ainda sobre os seus sonhos e desejos, a robô disse que gostaria de um dia ser cantora.
Apesar da falta de tempo de outras limitações que nos impediram de assistir e ver outras exposições, no final ficaria a satisfação de termos podido ver e acompanhar ao vivo alguns dos oradores mais influentes do planeta que nos fizeram refletir sobre os mais diversos temas da atualidade.

Links Educativos 

 

RoteiroMinas1

 

 

 

metis

JuventudeCMVNF

 

FundacaoJuventude

 

 

 

 

 

 

Memórias 

memorias

Jornal Escolar 

asas mar2018

Nº 8 - março 2019

asas mar2018

Nº 10 - março 2020

asas dez2019

Nº 09 - dezembro 2019

Revista PAA 

revista2017 2018

Login

Online 

Temos 93 visitantes e 0 membros em linha

Scroll to top