Agrupamento de Escolas de Gondifelos

Informações

Ferramentas

Blogs

A acontecer

Contratação

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Partindo da questão “O que tem a ver a culinária com a educação?”, iniciou-se mais uma sessão de trabalho, que levou os professores do AEG a refletir sobre novas formas de implementar o processo de ensino-aprendizagem.

Na verdade, quando não há aulas, os professores são chamados a outras tarefas, desta feita relacionadas com o balanço do ano que se conclui e de preparação do que está à porta. Foi neste contexto que surgiu a sessão que decorreu na tarde do dia 15 de julho, a última de um conjunto de reuniões que começaram antes do arranque do ano que agora finda e que tiveram por objetivo o acompanhamento colegial da implementação dos decretos-lei 54 e 55 de 2018, traduzindo o primeiro a preocupação com a inclusão e sucesso de todos os alunos e conferindo às escolas, o segundo, os instrumentos de gestão do currículo que permitem maior aproximação desse currículo às especificidades do contexto e caraterísticas de cada escola e da comunidade local.
Com base nas caraterísticas de diferentes alimentos, os docentes do AEG recordaram algumas das competências do perfil de um bom professor, tal como, analisando o produto resultante do processo de transformação dos alimentos, se discutiu a importância da diversificação pedagógica para facilitar a apropriação do currículo por parte dos alunos, potenciando mais e melhor sucesso.
Por fim e em trabalho de grupos multidisciplinares, a sessão levou os professores a estudarem formas de articulação curricular e de implementação de projetos, que aproximem o currículo do contexto de vida dos alunos, promovam a conexão de conteúdos e desafiem os alunos a um papel mais ativo na construção do seu conhecimento.
Assim, numa tarde em que se cruzaram estratégias de educação formal e de educação não formal, privilegiou-se a partilha de conhecimentos e experiências, para promover o desenvolvimento profissional numa perspetiva de trabalho colaborativo, essencial para se concretizar a mudança que se pretende na educação, nomeadamente no AEG, para que cada um dos elementos da comunidade educativa possa VOAR MAIS ALTO.

Scroll to top