Agrupamento de Escolas de Gondifelos

Informações

Ferramentas

Blogs

Galeria Fotos

Contratação

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Na tarde da passada segunda feira, dia 3 de Abril, os treze alunos que fazem parte do clube dos ‘Coolaboradores’ do AEG deslocaram-se até à cantina social da associação de solidariedade social ‘Dar as Mãos’ a fim de ajudar na confeção de uma sopa solidária para servir aos utentes desta instituição, nessa noite

Para esta sopa e também para outras refeições, foram recolhidos, na escola, bens alimentares, principalmente hortícolas, de modo a poder dar um pouco de todos nós a quem mais precisa. Da horta da escola foram recolhidos e doados legumes e vegetais, uns prontos a utilizar e outros para plantar no jardim da associação. A nossa horta escolar está inserida no projeto/clube Eco-Escolas que trabalha em parceria com o projeto EDP Solidária, cujo objetivo é o de cultivar produtos que possam ser doados a instituições de cariz social e solidário.
Esta foi a segunda visita destes alunos a esta instituição e, desta vez, o objetivo era o de meter mãos à obra e ajudar nas diversas valências que a associação oferece aos seus utilizadores. Assim, os alunos foram divididos em grupos de trabalho e ajudaram na cozinha, no jardim, na lavandaria, na garagem e na despensa.
A ajuda destes jovens voluntários foi realmente significativa e no pouco tempo que lá estiveram, conseguiram fazer a diferença e deixar uma marca muito positiva naquela instituição. O vice-presidente da associação, senhor Coronel Bacelar e a Dra. Ana Pedra, assistente social e responsável pela cantina social, congratularam os alunos e a escola pela iniciativa e pela boa vontade e altruísmo com que todos participaram nesta campanha solidária. Como forma de agradecimento, os ‘Coolaboradores’ foram presenteados com uma compota feita nesta instituição e com um pequeno lanche no final do trabalho feito.
De regresso à escola, era evidente o sentimento de satisfação e de dever cumprido. Os nossos jovens voluntários reconheceram a importância deste tipo de iniciativas que lhes dá a oportunidade de contactar com realidades bem diferentes das que vivem e de poderem fazer alguma diferença na vida dos mais desfavorecidos.

Scroll to top