Agrupamento de Escolas de Gondifelos

Informações

Ferramentas

Blogs

A acontecer

Contratação

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

PerdiTurmaA interrupção da Páscoa foi antecipada duas semanas por motivos alheios à nossa vontade. Conscientemente reconhecíamos ser o melhor para a nossa sanidade física e mental evitando que a doença do coronavírus (COVID-19) nos surpreendesse. Mas a educação é um direito e como tal estabeleceram-se contactos por telefone e logo de seguida...

através da conta de correio institucional de cada aluno, (alguma novidade nas vidas de muitos dos nossos alunos de tenra idade) e pouco depois os encontros por videoconferência.
Todos nos olhámos novamente: Olá!... Que bom!... Já tínhamos saudades!... Estava à espera!... Encontramo-nos! … Queria que estivéssemos todos!... Eram as explosões de alegria das crianças.
Autonomamente, ou à distância de um telefonema a um(a) amigo(a), todos fizemos aprendizagens digitais intensamente e rapidamente: os pais/ encarregados de educação, os alunos, os professores… Quase não havia tempo para pensar na pandemia que alastrava pelo mundo e passava junto da nossa porta à espreita de um descuido para entrar.
Todos queríamos aprender a dominar esta ferramenta que revolucionou as nossas vidas. As tarefas propostas e partilhadas nas sessões síncronas eram bem aceites e realizadas com cuidado. Eram uma novidade! Como de gente grande! E os pais apoiavam. Muitos estavam em casa e escutavam também estas aulas do séc. XXI. No meu tempo…não havia nada disto… Agora é que eu sei o que os professores passam…
Pensávamos regressar à escola novamente no início do 3º período. Mas a pandemia continuava e as autoridades de saúde ditavam confinamento.
E os contactos regulares, à distância, entre alunos e professores continuaram.
Mas… falta algo importante: os dias com os amigos no recreio, os torneios de futebol e badminton, as atividades nas salas de aula, pavilhão, biblioteca, sala de informática e a gargalhada geral com uma brincadeira “para despertar”, a partilha de novidades com amigos, professores, técnicos e auxiliares, o parque e a horta pedagógica da escola …
É que o ser humano é fruto das relações sociais.
E então os alunos começaram a manifestar essas carências: na apresentação descuidada dos trabalhos escolares, ou não realização dos mesmos, nos olhares descaídos durante as aulas, na falta de empenho na participação oral…
Questionei-me: “ Perdi a turma?” “ Onde está a minha turma? “
Como o pastor que não quer perder um cordeiro, também fui à procura dos meus alunos. Encontrei a desorientação em que pais e mães viviam perante a tristeza, desânimo e revolta dos seus educandos, sobretudo os rapazes. Algumas sugestões partilhei no sentido do apoio, conversa, dedicação, demonstração de calma, esclarecimentos …
Nessa semana, apenas num dia, as aulas foram diferentes e houve um horário para raparigas e outro para rapazes. Estes rapidamente manifestaram verbalmente a tristeza que sentiam, as saudades, o “abandono”, o dia a dia sem interesse, o sentirem-se intrusos na vida de casa em casa de familiares enquanto os pais trabalham, o desconforto pela má qualidade de ferramentas digitais, sobretudo a internet… Falei com eles com a sabedoria dos meus cabelos brancos, que a pandemia não deixa disfarçar. Verbalizei que não estavam de castigo nem da família, muito menos da escola ou professores. Estamos todos na mesma situação com uma finalidade e teremos sucesso enquanto seguirmos as medidas que as autoridades de saúde nos recomendam. Relembrei que há muitas crianças privadas dos pais pois estes estão na frente deste combate nos hospitais, nas forças de segurança, nos bombeiros, nos lares de idosos … e, por precaução, foram viver para outra casa ou hotel.
Foram palavras de aconchego, de ânimo, …
E encontrei novamente a turma, a quase totalidade da turma, como tinha na escola. E a prova está nos trabalhos que enviam.
Agora… tento agarrá-la até ao fim.

Mª Lúcia Meira
26/05/2020

Condicionamento COVID 

Neste momento
o AEG encontra-se no
nível 
LARANJA
de condicionamento
das suas atividades

(clique aqui para saber mais)

Links Educativos 

 

RoteiroMinas1

 

 

 

metis

JuventudeCMVNF

 

FundacaoJuventude

 

 

 

 

 

 

Memórias 

memorias

Jornal Escolar 

asas mar2018

Nº 8 - março 2019

asas mar2018

Nº 10 - março 2020

asas dez2019

Nº 09 - dezembro 2019

Revista PAA 

revista2017 2018

Login

Online 

Temos 32 visitantes e 0 membros em linha

Scroll to top